sábado, 5 de novembro de 2016

Dança jazz: origem e chegada no Brasil

jazz é uma expressão corporal criada e sustentada pelo improviso. Na sua raiz, é essencialmente popular. Sua evolução natural veio paralela aos ritmos musicais que surgiram nos Estados Unidos com escravos que não estavam cansados ou doentes nos navios negreiros vindos da África, eram obrigados a dançar para manter a saúde. As danças dos brancas eram poucas (valsas e quadrilhas) e sem um ritmo atraente. Os negros os imitavam, ridicularizando seus senhores, mas seguindo as informações daquele estilo, as misturando com os de sua cultura. 
Dessa forma surgiu o jazz: uma imitação dos ritmos europeus com os costumes e ritmos negros.
Com a proibição dos tambores nos EUA em 1740 para evitar revoltas eles foram obrigados a executar suas danças com outras formas de som, culminando com as formas de jazz que conhecemos atualmente. Isso foi contornado no século XX, as danças afro-americanas começavam a penetrar nos salões e a sofrer as influências do can-can e do charleston, principalmente. Logo tomou conta dos palcos da Broadway, se transformando em grandes produções de comédias musicais. Isso alcançou os cinemas. A popularização do jazz através do cinema musical iniciou se através de filmes consagrados principalmente pelos atores e bailarinos Fred Astaire e Gene Kelly. Esse tipo de filme alcançou seu auge com musicais produzidos pelos coreógrafos Jerome Robbins, como West side Story e Bob Fosse, como CabaréChicago e All the Jazz. Muitos deles sendo produzidos mais de uma vez.
Essa forma de expressão é conhecida sob vários nomes: jazz dancesoul jazz, free style e jazz.
As "novas" danças, as danças americanas, com essência africanas, desenvolveram se tanto nos teatros quanto nos salões de dança, bares e cafés. Muitas destas danças não tinham nomenclatura definidas e eram tantas que devido á fase de grande criação todas eram chamadas de jazz, ou seja, tudo que era novo em termos de dança era jazz.
No Brasil, determinadas formas de ginástica e outras atividades físicas são muitas vezes confundidas e englobadas como a mesma coisa. Sabe-se que essa dança foi amplamente divulgada aqui por meio da televisão e teatros de revista.
A dança jazz iniciou como modalidade específica de dança, a partir dos anos 50, onde foi inserida na grande curricular de centros artísticos, academias e escolas de dança, sendo suas principais movimentações técnicas: isolamento dos segmentos corporais, as movimentações herdadas das danças africanas, como a sensualidade e os amplos movimentos do tronco, o posicionamento de pernas e pés paralelos e a utilização de outras técnicas (ballet, contemporâneo) além da marcante presença de expressão facial.
Atualmente o jazz sempre evolui exigindo de professores sempre estarem em contato com novas formas de movimentos. Mostrando que o jazz pode sofrer novas influências, mas que mantêm certos aspectos de sua essência.
Hoje em dia, o jazz no mundo incorpora figurinos elaborados, temáticas diferentes, pesquisas de linguagem, incorporação de movimentos de outras técnicas de dança, entre outras tantas coisas que tornam o estilo único e bem forte. Ainda assim que perdeu muitas de suas características durantes os anos, sendo que pode ter mudado sua estrutura completamente.
Mais uma vez agradeço Norma Espínola que sempre me concede dados muito precisos sobre as danças. Obrigado mesmo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário