sábado, 4 de junho de 2016

O Corpus Christi e o costume de confecção dos tapetes


Corpus Christi, que do latim significa Corpo de Cristo. É uma data comemorativa da tradição católica, com data móvel. É realizado na primeira quinta-feira depois do domingo da Santíssima Trindade. Por tanto ele tem data móvel, ou seja, nunca é celebrado no mesmo dia do mês dos anos anteriores.
A celebração tem origem em 1243, em Liège na Bélgica. A origem da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo remonta ao Século XIII. A Santa Igreja sentiu necessidade de realçar a presença real do “Cristo todo” no pão consagrado. Foi instituída para toda a igreja católica pelo Papa Urbano IV em 11 de agosto de 1264, pela Bula Papal "Transiturus de hoc mundo".
O dia não é um feriado nacional, e sim um ponto facultativo.
Uma tradição referente ao Corpus Christi é a confecção de tapetes pelas ruas. Normalmente, esses tapetes podem ser feitos de vários materiais, inclusive, sustentáveis e reciclavéis. Esse costume surgiu em Portugal e veio para o Brasil junto com os colonizadores. Quase sempre com temas diversos, só que grande parte foca na eucaristia em seus desenhos. Eles são feitos por onde a procissão das igrejas locais irá passar (aqui em Santa Isabel se trata das igrejas de Santa Isabel e Aparecida).
Nesse ano de 2016 os tapetes foram feitos por toda a Avenida República. Pegando desde a Praça da Bandeira até a Rua Prudente Morais (Shopping Velho). Em outros anos, ele era feito do mesmo modo, só que até a Rua Conselheiro Rodrigues Alves. Além de usar a rua paralela a avenida (A rua onde se localiza a Exôdo). Com certeza, esse ano foi feito assim para não atrapalha o fluxo de carros.
Uma verdadeira tradição isabelense.


Nenhum comentário:

Postar um comentário